Início » Vídeo de protestantes manifestando contra ato de aborto em menina de 10 anos, revoltam toda internet
Notícias

Vídeo de protestantes manifestando contra ato de aborto em menina de 10 anos, revoltam toda internet

Foto: Diario de Pernambuco

O caso que tem repercutido em todo país tem tomado uma proporção ainda maior, manifestantes resolveram aparecer onde o procedimento de aborto estava marcado neste último domingo dia 16 de Agosto. Em uma manifestação tumultuada os protestantes não concordaram com a decisão judicial de autorizar o aborto na menina.

Várias questões tem sido levantadas desde então, o procedimento que estava marcado através de uma liminar acabou não sendo executado. Segundo informações o Hospital se recusou realizar o procedimento pois a gestação já estaria em um nível avançado trazendo grandes riscos para a menina caso fosse realizado o procedimento.

Porém nas redes sociais se discute que o fato de seguir com a gestação também é um risco muito grande, pois a menina tem apenas 10 anos de idade e seu corpo não teria estrutura de uma mulher para gerar uma vida. Esse caso tem dividido opiniões em todo o país que está totalmente chocado com a situação.

Veja no vídeo a segui a manifestação das pessoas que foram até o hospital para impedir que o ato fosse cometido, as pessoas causaram uma grande desordem e tumultuo no local. Mesmo em época de pandemia e aglomerações serem proibidas as pessoas estavam em um número elevado de pessoas e atrapalhando o trabalho dos profissionais da saúde.

Infelizmente esse é um triste caso que ainda não conseguiu ter um final, o agressor da menina ainda está foragido. Ela alega que é abusada por esse homem desde os seis anos de idade,e que não procurou ajuda pois ele o ameaçava.

Vamos aguardar novas informações sobre o caso, fique atento em nosso portal de notícias que estaremos trazendo para vocês tudo sobre este e tantos outros casos que estamos acompanhando. Compartilhe com todos os seus amigos e familiares para que eles também possam opinar sobre esse polêmico caso que tem tomado conta das redes sociais.

Fonte: Correio  Braziliense