Início » ‘Vamos vencer essa batalha na oração’ diz Flordelis ao enviar mensagem para os fiéis de sua igreja, onde é pastora
Notícias

‘Vamos vencer essa batalha na oração’ diz Flordelis ao enviar mensagem para os fiéis de sua igreja, onde é pastora

Instagram/Flordelis

Flordelis Dos Santos (PSD-RJ) foi denunciada à justiça como a idealizadora e mentora do assassinato de seu marido, o pastor Anderson Du Camo. Diante da visibilidade de seu nome na mídia durante o bárbaro crime, a pastora evangélica enviou uma carta aos fiéis da igreja da região de Piratininga, em Niterói, na última terça-feira (25).

De acordo com o jornal Extra, que obteve a gravação, Flordelis pediu aos fiéis que orassem para que ela vencesse o que acreditava ser uma batalha. Na mesma carta, a deputada pediu oração por seu filho adotivo e pastor Carlos, que foi preso sob suspeita de participação no assassinato de Anderson do Carmo.

No áudio, Flordelis não pediu a nenhum crente para “dar respostas nas redes sociais” e disse que a “batalha” seria vencida na oração. Carlos é o responsável pela filial da Flordelis em Piratininga. O pastor também disse na gravação que era hora de “a igreja chorar junto”.

Em algumas partes do áudio, Flordelis afirmava que o pastor Carlos não estava envolvido no assassinato de seu marido e que tudo era apenas “o teatro desse homem”. Ela também pediu aos crentes que não comentassem sobre esse tópico em suas redes sociais.

Diante da prisão do Pastor Carlos,que presidiria a cerimônia em Piratininga, Flordelis anunciou aos seus seguidores que o Pastor Golson Conceição Oliveira será nomeado. Este é o filho adotivo de outro pastor evangélico que será investigado pela polícia Delegacia de Homicídios de Nitroi, São Gonçalo e Itaboraí, suspeito de participação na morte do pastor Anderson.

Ministério da Relações Públicas do Estado do Rio de Janeiro, por meio do Grupo de Operações Especiais contra o Crime Organizado (GAECO / MPRJ) e da Polícia Civil, por meio das Delegacias de Matança (DHNSG) de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo, segunda-feira (24/08), Prisão preventiva pelo homicídio de 11 arguidos do homicídio do pastor Anderson do Carmo (marido do ex-deputada federal Flordelis dos Santos de Sousa) . Em Niterói, São Gonçalo, Rio de Janeiro e Brasília / DF, os endereços associados ao réu também foram revistados e apreendidos.

Fonte: https://www.metropoles.com