Início » URGENTE: INSS muda regras de empréstimos para aposentados e pensionistas.
Notícias

URGENTE: INSS muda regras de empréstimos para aposentados e pensionistas.

Imprestimo INSS
foto: Clicgaruva.com

Nesta quinta-feira, 23 de Julho, o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), muda temporariamente as regras de empréstimos consignados para aposentados e pensionistas.

As novas regras terão vigor até 32 de Dezembro deste ano,devido o estado de calamidade pública, o decreto foi implementado por conta da COVID-19. Nesta quinta, o Diário Oficial da união, publicou a regulamentação.

Aposentados e pensionistas contaram com novas regras

As atuais normas já estão valendo, as mesmas foram recomendas pelo CNPS (Nacional de Previdência Social).

1 regra: Liberação do empréstimo

2 regra: Prazo para a cobrança da primeira parcela

3 regra: limite para operações com cartão de crédito

O que não muda com as novas regras?

Para que possa contratar um consignado ainda existe alguns critérios, sem contar com os que foram alterados.

É o caso da margem de consignável e também da taxa de juros. Confira a seguir!

Margem consignável: A margem consignável continuará a mesma, podendo comprometer até 35% da renda mensal.

Caso tenha utilizado toda a margem, não se preocupe, você pode solicitar seu cartão consignado e utilizar 5% adicional.

Taxa de juros do empréstimo: A taxa de Juros também não sofreu alterações, continuando com 2,08% ao mês.

Vale ressaltar que tendo em vista a competitividade do setor, as taxas de juros podem cair.

O que fazer em caso de desrespeito das regras?

Os aposentados ou pensionista que forem assediados, deveram procurar seus direitos legais como ir ao próprio INSS ou procurar o Procon.

Vale lembrar que é direito de todos questionarem onde seus dados pessoais foram obtidos.

Quais são as vantagens das novas regras?

Maior transparência para melhores negociações;

Crédito consciente;

Maior segurança com o cliente em suas informações pessoais e sigilosas.

Mudanças permanentes

Permanecerá a alteração no limite do cartão, até após a pandemia. No entanto, o limite disponibilizado para saques e compras passou a ser 1,6. Sendo anteriormente 1,4.

Fonte: G1