Início » Silas Malafaia diz que coronavírus é arma pra tentar derrubar Bolsonaro
Notícias

Silas Malafaia diz que coronavírus é arma pra tentar derrubar Bolsonaro

Foto: Google

É do conhecimento de todos que, o pastor Silas Malafaia é um grande apoiador do governo Bolsonaro, e que no seu canal oficial do youtube ele sempre defende o presidente com unhas e dentes.

Recentemente em entrevista ao ESTADÃO o pastor Silas Malafaia disse que aqueles que são contra o governo, estão usando o coronavírus para tentar derrubar o governo do presidente Bolsonaro.

Malafaia também criticou severamente a imprensa Brasileira, dizendo que a forma como as noticias sobre o vírus estão sendo divulgadas são só de morte e caos, e que os recuperados da doença não são mostrado.

Veja o que ele disse: “Vários especialistas estão dizendo que, o tratamento pós- pandemia vai ter que ser igual um pós-guerra, por  trauma, só noticia de morte. Fiz criticas severas à imprensa. Mostra numero de mortes todo dia,ok. Mas o numero de recuperados? Isso  eles não mostram. O Brasil tem um dos maiores índices de recuperação de covid escondidos de maneira vergonhosa.  E tudo isso por que? Porque o vírus no Brasil se tornou politico. Vamos derrubar Bolsonaro, vamos ver se a gente usa o vírus para derrubar ele”

Durante a entrevista o pastor foi questionado sobre tratar a pandemia como uma “histeria generalizada ”não seria negar a ciência, uma vez que ele afirmou que Jesus não menosprezou a ciência. Malafaia respondeu dizendo, que não esta tratando a pandemia com histeria, mas sim que vejo como hipocrisia algumas medidas tomadas desse o inicio, como o fechamento das igrejas evangélicas.

“Nunca tratei a pandemia como histeria. Tratei que é uma “escolha de Sofia”.o que é menos danoso? A pandemia ou o caos social? A quarentena de araque,hipócrita,que não protege pobre? O RJ tem 3 milhões de pessoas em áreas proletárias. O que fechou lá? Nada!. Tem 2 milhões de pessoas em transporte coletivo. Só depois de 60 dias de pandemia é que exigiram mascaras no ônibus. Em são Paulo,4,5 milhões de pessoas no transporte publico. Não tem distanciamento em ônibus, em metro, trem ou em porcaria nenhuma. Ai querem pegar igreja evangélica como bode expiatório.”

O pastor também responsabilizou a china pela pandemia que já contaminou mais de 14 milhões ao redor do mundo.