Início » Servidora pública afirma que menina de 10 anos violentada “gozou por 4 anos” e traz revolta na internet
Notícias

Servidora pública afirma que menina de 10 anos violentada “gozou por 4 anos” e traz revolta na internet

Foto: contilnet.com

Mais um episódio desse caso que a cada dia aparece algo mais polêmico, muitas pessoas tem opinado sobre esse assunto e algumas opiniões tem trazido muita revolta na internet. Foi o caso dessa declaração de uma servidora pública do Acre, ela trabalha na Secretaria de Saúde do Estado.

E seu comentário tem trazido muito desconforto para as pessoas na internet, a mulher postou em suas redes sociais uma infeliz opinião sobre o caso onde ela disse que a menina teria gozado por 4 anos, e que não era um julgamento e sim a opinião dela. Alegando que não teria sido abuso e dando força à versão do acusado que alegou consentimento da vítima.

Ela ainda chamou a menina de inocentinha e também culpou a família que só teria denunciado o caso por conta da gravidez, alegando que eles também sabiam e não fizeram nada em relação a isso. Infelizmente mais um triste relato envolvendo essa garotinha que já tem sofrido muito com toda situação e a anos com os abusos desse tio.

Muitas pessoas ainda tem se pronunciado sobre esse terrível episódio e algumas opiniões tem espantados os internautas pela falta de empatia e amor ao próximo, vamos torcer para que as pessoas tenham bom senso e parem de fazer com que toda dor dessa pequena e indefesa garotinha seja ainda mais explorada. E que as pessoas que tem usado das redes sociais para atacar a menina possam pagar por essas terríveis palavras que estão colocando sem pensar.

Deixe sua opinião sobre o que essa servidora pública do Acre escreveu e qual o tamanho de sua indignação por alguém poder pensar dessa forma nessa situação. Compartilhe com todos os seus amigos e familiares para que eles também possam opinar sobre essa terrível atitude dessa mulher.

E que essa menina possa superar toda essa dor e esse imenso trauma de de alguma forma poder seguir sua vida daqui para frente.

Fonte: O Rio Branco