Saúde e bem estar

Saiba o que as dermatologistas não usam na pele

font: Buonavita
Ter uma rotina de cuidados com a pele, não significa que terá ela perfeita, devido o uso errado de alguns cosméticos, é válido observar sua composição e para que parte do corpo é a adequado.
Veja quais produtos você deve tirar de sua rotina:

Cosméticos com parabeno

A presença da palavra parabeno no rótulo de qualquer produto de beleza é suficiente para fazer com que Marcella Alves, dermatologista da Clínica Les Peaux, o descarte. Ele explicou: “Esta substância tem propriedades estrogênicas, ou seja, age como se fosse um hormônio feminino. Isso pode levar a diferentes desequilíbrios hormonais e, por fim, aumentar o risco de câncer”. Observe: o termo também pode ser prefixado Aparecem “butil” e “metil”.

Cera depilatória

A dermatologista Carla Vidal recomenda a restrição da cera depilatória, pois a cera pode causar foliculite, ao usar a cera além de retirar pelos indesejados gera pequenos ferimentos na pele. O uso  pode gerar o aparecimento de gânglios. É mais recomendado o uso da lâmina ou laser, até no buço. Um mito é o fato de que lâmina engrossa os pêlos, se está tal afirmação fosse verdade já teríamos solução para a calvície.

Hidratante Corporal 

Há cada tipo de hidratante para uma área específica do corpo.  De acordo com Marcella, ao usar a versão corporal recomendada no rosto, aumento da oleosidade, poros entupidos e aparecimento de acne são as reações mais comuns. Ele explicou: “Se você usar cremes recomendados para mãos, pés e cotovelos no rosto, a situação piorará. Como são áreas mais propensas à secura, a fórmula para o produto-alvo é mais pesada”.

Produtos com álcool na composição

Produtos com a composição de álcool deve ser.retirado do seu uso. Os produtos com esta composição gera ressecamento na pele, o leite de rosas é um exemplo. Por isso é mais recomentado o uso de produtos micelares para limpeza profunda.

Fonte: UOL