Início » Representante de vendas morre dentro da loja do Carrefour e corpo é coberto por guarda-sóis para manter loja aberta
Notícias

Representante de vendas morre dentro da loja do Carrefour e corpo é coberto por guarda-sóis para manter loja aberta

Corpo de representante de vendas que morreu enquanto trabalhava em supermercado no Recife foi coberto com guarda-sóis e isolado por caixas e tapumes improvisados — Foto: Renato Barbosa/WhatsApp

A morte de um representante de vendas em uma unidade de um supermercado Carrefour em Recife (PE) deixou muitos internautas enojados. O motivo é que o local cobriu o corpo do homem com um guarda-chuva e um revestimento lateral e continuou funcionando normalmente.

O caso ocorreu na última sexta-feira (14), mas é público desde terça (18). No portal “G1”, um representante do Carrefour identificou a vítima como Moisés Santos e disse que teve um infarto no supermercado.

Ainda de acordo com o representante da rede de lojas, o corpo de Moisés ficou no local das 7h30 às 11h, enquanto a loja aguarda a chegada do Instituto de Medicina Legal (IML).

O local onde Moisés morreu também foi cercado por fitas para evitar que as pessoas se aproximassem.

O caso gerou resistência de muitos internautas, que criticaram o Carrefour e até pediram um boicote às redes de supermercados. Veja:

Alguns internautas também se lembraram da morte desse cachorro em uma unidade do Carrefour em Osasco, há dois anos.

Devido ao impacto negativo, o Carrefour atendeu alguns internautas. A rede expressou pesar pelo que havia acontecido, estava revisando acordos em casos semelhantes e forneceu ajuda à família de Moisés.

“O cardiopata do Carrefour, Sr. Moisés Santos (Moisés Santos) morreu inesperadamente, o que nos deixou muito tristes. Lamento muito, pelo ocorrido, modificamos novamente o acordo para forçar o fechamento das lojas que morreram em decorrência disso. A rede Disse: “Ainda temos a capacidade de sustentar a família do Sr. Moise.

 

Fonte: G1