Início » Rede Social que é moda entre as crianças vira alvo de pedófilos
Notícias

Rede Social que é moda entre as crianças vira alvo de pedófilos

Foto: Likee/Reprodução

As redes sociais tem crescido cada dia mais, com a quarentena muitas pessoas se voltaram completamente para a vida virtual. Principalmente nossas crianças que pegam cada vez mais gosto por aplicativos como o TikTok entre outros Apps de criação de vídeo.

Por isso é muito importante estar sempre de olho em que elas estão passando tanto tempo, segundo relatado no site da BBC um aplicativo chamado Likee tem cativado muitas meninas de 12 e 13 anos. Que postam seus vídeo a procura de likes e comentários, porém o que tem se observado é que podemos ver muitos adultos chamando essas crianças de linda, delícia e ainda pior perguntando o endereço.

Esse aplicativo Likee é muito parecido como  TikTok e tem ganhado cada dia mais fama das crianças que usam para realizar seus vídeos usando os filtros divertidos e engraçados, porém como em toda internet sempre tem pessoas com más intenções e isso tem criado uma grande preocupação entre as mães nas redes sociais. Muitas mães que já acharam conteúdo impróprio nos celulares de suas filhas alertam principalmente em páginas maternas sobre esse enorme risco.

Ao criar uma conta no aplicativo seus vídeos ficam visíveis a todos, e é necessário desativar os comentários de estranhos da conta de seu filho e também bloquear para que eles não recebam mensagens de estranhos. Somente assim eles ficarão um pouco mais seguros em esse mundo virtual repleto de pessoas má intencionadas.

Fique alerta sempre e não deixe de sempre conferir o que seus filhos estão consumindo em seus celulares, pois dentro daquela pequena telinha existe milhares de possibilidades para que eles recebam conteúdo impróprio ou possam ser estimulados a fazer algo que será prejudicial para eles mesmo. Após uma simples foto vazar na internet é muito difícil fazer com que ela suma de vez das redes sociais, portanto cuide das suas crianças para que elas não sejam vítimas de pessoas assim.

Fonte: BBC