Início » PT anuncia o projeto ‘Mais Bolsa Família’ e diz: “Não podemos deixar a marca do PT se apagar”
Notícias

PT anuncia o projeto ‘Mais Bolsa Família’ e diz: “Não podemos deixar a marca do PT se apagar”

Foto: Jornal Contábil

O mais bolsa família, foi apresentado nessa ultima sexta- feira (24), pelo Partido dos Trabalhadores, sendo assim uma nova proposta que o partido esta trazendo com o intuito de “turbinar” o atual bolsa família.

A ideia surgiu com o objetivo de bater de frente, e ir contara a nova proposta do governo Bolsonaro, o renda Brasil.

O Bolsa família é um projeto criado no ano de 2003, pelo ex-presidente Luiz Inácio da Silva.

O programa tem como objetivo a transferência direta do beneficio para as famílias em situação de pobreza e pobreza extrema.

A informação sobre esse mais novo programa que possivelmente será iniciado pelo partido do PT, veio de uma transmissão do Youtube, durante uma reunião do diretório nacional do PT. A economista Tereza Campello, que é ex-ministra do Desenvolvimento Social e do Combate a fome, comentou sobre esse novo programa intitulado de Mais Bolsa Família.

Acompanhe o que foi dito:

“A ideia é que a proposta petista seja levada ao Senado e a Câmera pelos parlamentos do partido e que, uma vez em discussão, sirva como base para que o PT não perca a marca do partido que criou e implantou no Brasil, programas de transferência de renda”.

Segundo a ex-ministra o valor pago atualmente pelo Bolsa Família é pouco, e o novo programa virá para promover um aumento do valor que é pago as famílias.

O programa também promete ampliar o numero de pessoas que serão beneficiadas.

Segundo a ex-ministra: Todas as famílias Brasileiras que tiverem uma renda por pessoa no valor de R$ 600 reais, sera atendida por esse programa, e o beneficio médio por família passaria a ser de R$ 640.

O partido calcula que se realmente o Mais Bolsa Família entrar em atividade no Brasil, cerca de 30 milhões de pessoas serão atendidas, o que terá um custo mensal ao pais de R$ 19 bilhões.

A ex-ministra após explicar como será o novo Bolsa Família, fez um comentário sobre o governo atual: “O presidente Jair Bolsonaro quer apagar as digitais do governo Lula e Dilma da existência da população mais pobre”