Início » Podcast mostrou suspeitas contra Flordelis
Notícias

Podcast mostrou suspeitas contra Flordelis

flordelis
Foto: O Globo

O produtor investigativo Felipe Freire, da TV Globo, conversou com  Renata Lo Prete, neste episódio de “O assunto”, ele conta como a deputada do PSD passou a ser suspeita do assassinato do seu marido, o pastor Anderson Carmo. O jornalista Felipe Freire cobre o caso da morte do marido da deputada Flordelis desde o primeiro dia.

A polícia Civil do Rio de Janeiro, ainda mesmo depois de mais de três meses, eles investigam e ainda investigam e  buscam esclarecer se houve uma terceira pessoa envolvida no caso da morte do Pastor Anderson Carmo.

No entanto, dois filhos do casal foram indiciados por homicídio qualificado e estão presos, Lucas do Santos de Souza e Flávio Santos Rodrigues são suspeitos da morte do pai Anderson Rodrigues.

Segundo a delegada do caso, Bárbara Lomba, iniciou-se a segunda fase da investigação, a qual pretende identificar mais membros da família envolvidos no assassinato. Neste ultimo sábado a deputada Flordelis e outras pessoas da família que estavam na casa no dia do assassinato foram intimadas a comparecer na simulação.

A deputada Federal foi denunciada pelo Mnistério Público, além de Flordelis mais dez pessoas foram denunciadas, na manhã de hoje todos eles foram alvos de um mandado de prisão.

Cinco filhos e uma neta da deputada foram presos na manhã de hoje, os outros dois filhos de Flordelis,  Lucas do Santos de Souza e Flávio Santos Rodrigues já estavam presos, o ex-PM Marcos Siqueira também já estava preso. A décima pessoa que foi denunciada foi presa nesta manhã, a esposa do ex-PM Marcos Siqueira, a Andreia Santos Maia.

Flordelis por ter foro privilégiado, não foi alvo da prisão desta manhã, no entanto, a deputada é acusada de a de homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio, associação criminosa, uso de documento ideologicamente falso e falsidade ideológica.

“O importante é que as prisões foram cumpridas” disse Antonio Ricardo, delegado.

. “A investigação chegou a essa conclusão. A motivação é porque ela estava insatisfeita com a forma como o pastor Anderson tocava a vida e fazia a movimentação financeira. Todas as buscas que foram feitas mostraram que essas pessoas estavam envolvidas. São 11 pessoas respondendo criminalmente. Temos 20% da família envolvida nesse crime”. Ressaltou o delegado,

Fonte: G1