Início » Músico preso por engano no Rio é solto pela Justiça
Uncategorized

Músico preso por engano no Rio é solto pela Justiça

Músico preso injustamente
Foto: Migalhas

O caso revoltou a todos que conheciam o músico que estava trabalhando no momento em que o crime aconteceu na cidade de Niterói no Rio de Janeiro, uma vítima teria feito reconhecimento facial do músico na delegacia e por conta disso ele foi preso acusado de assalto à mão armada. Porém amigos e familiares fizeram protestos em frente à delegacia alegando que no momento do crime ele estava tocando em uma padaria.

Após os protestos a Justiça resolveu soltar Luiz Carlos Justino de apenas 23 anos de idade, alegando que o reconhecimento facial pode não ser preciso e a vítima ter tido uma falha em sua memória fazendo que tenha cometido esse terrível erro. O ocorrido foi no ano de 2017 e no momento relatado que o crime ocorreu o músico estaria em uma apresentação segundo alega seus amigos e familiares.

Vamos aguardar mais informações sobre esse caso que tem dado o que falar nas redes sociais, muitas pessoas estão revoltadas com a prisão do homem que aparentemente é inocente. Com a decisão da Justiça de soltar o músico por falta de provas concretas que realmente seja ele o autor do crime, as pessoas devem se acalmar um pouco nas redes sociais.

Infelizmente ainda vemos erros como este em nosso sistema judiciário e às vezes as pessoas que são presas por engano não tem a sorte que o músico teve e acabam pagando por um crime que não cometeram. Mas graças a Deus podemos ver que a Justiça foi eficaz nesse caso e aparentemente tudo terminou bem para o músico, vamos torcer para que o verdadeiro assaltante seja pego e o caso solucionado de vez.

Deixe nos comentários abaixo sua opinião sobre o ocorrido e compartilhe com todos os seus amigos e familiares para que todos possam opinar e comemorar pelo final feliz dessa história.

Fonte: G1