Início » Mulher arrecada dinheiro para hospital após perder a filha de 11 dias “Eles nos deram o presente mais precioso”
Notícias

Mulher arrecada dinheiro para hospital após perder a filha de 11 dias “Eles nos deram o presente mais precioso”

Foto: Wales Online

A mãe Sophie Murfin e sua família tentaram aproveitar ao máximo o tempo que eles tinham com a pequena bebê Violet, sabendo que a menina não teria muito tempo de vida.

Inicialmente estava tudo bem com a gravidez de Sophie e o medico disse que o bebê estava bem e era um bebê adorável e saudável.

Mas durante uma varredura de rotina de 20 semanas, um problema foi detectado no coração de Violet.

Sophie foi enviada para se consultar com um especialista no Hospital ST Mihael´s em Bristol, onde Violet foi diagnosticada com oma síndrome no coração esquerdo hipoplásico, uma condição que significa que o lado esquerdo do coração não se desenvolveu adequadamente.

Sophie recebeu a triste noticia que quando a sua filha nascesse, ninguém poderia dizer ao certo quanto tempo ela teria de vida, mas que possivelmente poderia se de algumas horas ou semanas.

Em entrevista ao Wales Online, Sophie de 27 anos disse: “Eu estava fazendo um exame de rotina das 20 semanas e havia apenas silencio na sala. Eu sabia que algo errado estava acontecendo e eles admitiram que haviam localizado algo e fomos encaminhados a um especialista em Bristol. Quando chegamos lá, fui encaminhada para uma sala com uma caixa de lenços, mas encontramos uma equipe incrível no hospital que foi fantástica, nesse momento eu fiquei com a certeza de que não seria doloroso e ela não sentiria nada de anormal”.

A equipe do hospital incentivou Sophie a dar uma lindo nome a bebê e escrever uma lista de coisas que ela gostaria de fazer durante a gravidez e nos poucos dias de vida que a criança teria, mas enfatizou que ela deveria aceitar a certeza que Violet nunca cresceria, pois os dias de vida dela seriam poucos.

No topo da lista estava levar Violet para ver a sua bisavó, pois ela estava com câncer em estado terminal. Violet, nasceu durante a pandemia do coronavírus em 24 de maio, e os médicos e enfermeiros atenderam o pedido de Sophie e levaram a pequena Violet para casa de ambulância e intubada, para que ele pudesse ver a bisavó o mais rápido possível.

Graças a dedicação da equipe do hospital, Violet conheceu a bisavó, e a Sophie correu para fazer o máximo possível de coisas juntas. Mãe e filha foram batizadas no jardim enquanto o resto da família assistia através de uma transmissão online.

O fim veio em 3 de junho, com Violet falecendo nos braços de sua mãe apenas três horas após a morte da bisavó.

Sobre o gesto de amor dos funcionários do hospital Sophie disse: “Estamos muito gratos pelo que eles fizeram por nós, suas ações nos garantiram o presente mais precioso – o tempo”.

Sophie criou uma pagina para arrecadar dinheiro para o hospital.

Onte: The Sun