in

Menino que pede esmola no sinal se emociona e chora ao se aproximar do carro para pedir esmola

Menino do sinal fica impactado com a cena e chora
Menino do sinal fica impactado com a cena e chora// Foto: brnoticia.com/

O menino do sinal ficou muito famoso na região pela sua história de vida em ser um garoto prestativo e que esta sempre disposto a ajudar as pessoas, mesmo sofrendo um grande preconceito nas ruas da cidade do Quênia, porque todo mundo sabe que é uma cidade bem violenta e em sua maioria, todos os rapazes que ficam no sinal pedindo esmola ou até vendendo mercadorias, são dadas como pivetes ou bandidinhos.

O preconceito já começa quando o sinal fecha e os carros tem que parar para respeitar as leis do trânsito e sempre que chega um dos meninos perto das janelas para oferecer um produto ou até mesmo limpar os para-bisas as pessoas já mostram um pré conceito levantando as janelas , fazendo assim um impedimento para que os mesmos não cheguem tão perto assim.

John Thuo é Nairóbi no Quênia e esta acostumado com esse tipo de atitude porque o rapaz por ser família pobre, fica pelos sinais pedindo dinheiro, qualquer ajuda , qualquer tipo de esmola.

Em um dia qualquer, John presenciou uma cena que impactou o seu dia e a sua vida quando viu a Gladys que estava como motorista ligada a tubos respiratórios através de um mecanismo que bombeava oxigênio e sem isso ela não aguentaria e morreria.

John ficou assustado quando ela informou que teve um problema respiratório aos 32 anos e que os seus pulmões ficaram fracos e que precisa dos  aparelhos para poder respirar e sem isso não iria respirar mais.

John vendo aquela cena forte, começa a chorar e entende que existem pessoas que estão passando por necessidades piores que ele e que não é só a pobreza que devemos nos preocupar e deu a mulher todo o seu dinheiro que tinha conseguido naquele dia.

LEIA TAMBÉM:  Vejam os términos de namoro mais engraçados das redes sociais

Um rapaz que passava na hora, gravou tudo e tirou fotos e fez uma campanha na internet sobre doações e conseguiu um valor de 80 mil que foi o suficiente para pagar a viagem da moça e todo o tratamento melhor.

O vídeo repercutiu tanto que o menino conseguiu uma família que adotasse ele, hoje o John estuda em uma escola boa e vai ter um futuro decente.