Início » Igreja é acusada de vender falsa cura para Covid-19
Notícias

Igreja é acusada de vender falsa cura para Covid-19

Foto: G1

O caso que aconteceu nos Estados Unidos tem tomado uma proporção mundial, causando muita revolta a todos aqueles que tem lido sobre o caso. Com o compartilhamento nas redes sociais pessoas de todo o mundo tem manifestado sua indignação e revolta sobre o caso.

A família fundadora da igreja está presa depois das investigações que apontaram a venda de medicamentos ilegais ao qual afirmavam que o produto poderia curar várias doenças. A Igreja com o nome Genesis II de Saúde e Cura foi fundada com a intenção de levar saúde à toda humanidade, relata os seus fundadores.

Jim Humble o fudador da igreja alega em seu site que a intenção de sua igreja é criar um mundo sem doenças, o senhor já foi garimpeiro na América do Sul. Humble alega que deixou de fazer parte da instituição no ano de 2017 e está sendo indiciado pela polícia Americana.

O atual líder da organização foi preso na Colômbia junto com seu filho Joseph de 32 anos de idade, eles foram acusados de fabricarem, promoverem e também venderem remédios fraudulentos contra a Covid-19 além de outras doenças. Segundo promotores da Flórida onde o caso está sendo investigado a família é acusada de vender dezenas de milhares dessas garrafas contendo esse conteúdo “milagroso”.

Infelizmente mais um caso de falcatrua usando a religião para enganar e extorquir os fiéis, mas como podemos ver esse tipo de prática não é algo realizado somente no Brasil,até em um país como os Estados Unidos pessoas tem aproveitado da fé das pessoas para se enriquecerem. Vamos torcer para que este caso seja totalmente concluído e os verdadeiros criminosos possam ser presos e pagarem por este terrível crime.

Deixe nos comentários abaixo sua opinião sobre o que você pensa sobre essas igrejas que aparecem do nada para arrancar dinheiro dos fiéis.

Fonte: G1