Início » Harckers ameaçam expor documentos ultra-secretos sobre o atentado de 11 de setembro
Notícias

Harckers ameaçam expor documentos ultra-secretos sobre o atentado de 11 de setembro

Harckers querem expor tudo sobre o 11 de setembro
Harckers querem expor tudo sobre o 11 de setembro // Foto: brnoticia.com

O atentado do 11 de setembro com certeza ficou na história do mundo, foram perdas lastimáveis, famílias destroçadas e o sonho americano de segurança, foi violado.

A inteligência americana esta em alerta até hoje, hackers e um grupo extremistas tem em suas mãos documentos hiper secretos que contém segredos de todo o mundo e inclusive de tudo que aconteceu no atentado de 11 de setembro, os verdadeiros líderes que orquestraram todo o atentado, como foi arquitetado e até todos os pontos de ataque que realmente foi marcado e que não teve continuação por milagre divino.

Esse grupo de hackers são totalmente perigosos e alguns integrantes estão como os primeiros dos mais procurados da CIA  e do FBI e segundo a inteligência americana o valor é muito alto e o pagamento tem que ser feito por Bitcoin que é uma moeda virtual não rastreável e tem um valor grande no mercado.

Os hackers são conhecidos como Dark Overlord e estão com todos os documentos secretos para expor tudo pelo mundo todo, inclusive algumas pessoas que foram presas e até hoje não foram divulgadas e tudo o que foram feitas com ela depois do atentado do 11 de setembro de 2001.

Os Dark Overlord são muito bem estruturados e não são a primeira vez que invadem o serviço de internet e nem a base de dados do governo americano, inclusive esse grupo já invadiu outros países em busca de segredos governamentais.

Segundo o site SQ, esse grupo já invadiram clinicas de cirurgia de plasticas e até mesmo a gigante rede de Streaming NETFLIX e bagunçou a sua rede e captou todos os dados dos clientes e segundo as más línguas até mesmo os dados dos cartões de créditos dos clientes que são assinantes da TV.

Os hackers já deixaram o seu aviso que são mais de 10 GB de informações sobre o atentado se o governo americano não pagar em Bitcoin.