Início » Freis Influentes da Igreja Católica são acusados de mandarem “Nudes” para fieis
Notícias

Freis Influentes da Igreja Católica são acusados de mandarem “Nudes” para fieis

Freis acusados de mandarem nudes
Foto: Reprodução/ Youtube

Nesta terça-feira (22), os dois suspeitos foram ouvidos na 19 DP, mas resolveram apresentar a defesa por escrito, em todo o momento que estiveram na delegacia eles ficaram em total silencio sobre o caso, deixando que justificavas escritas falassem por eles.

Os freis Hoslan Guedes e Alex Nuno são acusados de mandar diversa fotos e mensagens com palavras obscenas para diversos adolescentes da Paróquia São Marcos e da Paróquia São Lucas, ambas na cidade de Ceilândia no Distrito Federal.

A policia civil do DF esta investigando o caso, os religiosos se apresentaram na delegacia junto com os seus advogados, mas em total silencio.

Entenda o caso

Os jovens das paroquias conseguiram a força necessária para denunciar os freis, e com o apoio da família, que é algo fundamental em momentos sombrios como esse, eles fizeram as denuncias contra os religiosos.

O jornal Metrópoles revelou essas denuncias após os jovens da paroquia postarem as fotos nas redes sociais, denunciando esse ato indecente dos religiosos.
Nessa postagem os fieis revelaram as conversas, diálogos, nudez, videos pornográficos e mensagens que tiveram com os freis.

A mãe de uma das vitimas disse: “Eu confrontei o frei, mas fui ignorada”.

Os dois freis que são bastante influentes no meio católico, não estão mais nas paroquias de São Marcos e São Lucas.

Representantes do vaticano tentaram ter acesso a todo o material do caso na 19 DP, porém os investigadores negaram a eles qualquer acesso ao material colhido.

O numero de pessoas que já procuraram a delegacia para denunciar os freis, já soma 10 pessoas.

As vitimas do sexo feminino estão sendo ouvidas na delegacia especial de atendimento a mulheres, em Ceilândia.

Segundo os investigadores a primeira fase do processo já esta concluída e eles estão avaliando uma suposta fake news que segundo os religiosos foram feita contra eles. Os freis registraram ocorrência por difamação.

Fonte: Metropoles