Início » Veja o que aconteceu com a família que recebeu a ordem de despejo e ainda aguardava o auxílio emergencial
Notícias

Veja o que aconteceu com a família que recebeu a ordem de despejo e ainda aguardava o auxílio emergencial

Família e despejada de casa por não conseguir pagar o aluguel
Família e despejada de casa por não conseguir pagar o aluguel // Foto: brnoticia.com

O corona vírus veio apareceu no mundo como se fosse um pesadelo e parece que não vai passar tão cedo e por conta disso a economia do mundo inteiro esta caindo cada vez mais. Tudo começou na China e foi se espalhando pelo mundo, são milhares de mortos e milhões de infectados.

Os países mais afetados são a Espanha, Estados Unidos e China que tiveram perdas lastimáveis e os números não param de subir, segundo algumas informações das plataformas de notícias, o Brasil no momento esta sendo um dos países menos afetados por essa doença que esta tirando o sono e a vida de muita gente.

A informação do governo que temos é: Fiquem em casa, não saiam, se for sair, serão presos e se tentarem sair para trabalhar, o estabelecimento serão fechados e quem resistir serão presos também. O desemprego esta batendo a porta, famílias inteiras não tem condições nenhuma de se sustentarem e hoje passam o reflexo do que a doença ainda tem para apresentar.

O governo esta dando um auxílio no valor de R$ 600,00 e muitos ainda não receberam que é o caso do Thiago Barreto, sua esposa e seus dois filhos que foram desesperados por que não tinham como pagar o aluguel que esta no valor de R$ 250,00. Sem condições de comprar comida e nem arcar com o aluguem, a família tem que ficar mendigando porque nessa época ninguém esta contratando e quem contrata esta mandando os funcionários para a rua por não ter condições em pagar o salário .

A família morava no Espírito Santo em Vila Nova de Colares e hoje estão na casa da mãe de Thiago que também não tem condições em se sustentar.

Essa é a realidade da maioria dos brasileiros hoje em dia, mesmo que venham a receber o auxílio emergencial, isso não é o suficiente para sustentar uma família que paga aluguel, luz, água e que tenha um pouquinho de dignidade humana.

Governadores em todos os estados do Brasil tem que se conscientizarem para entenderem que isso pode ser uma situação que não vai passar tão cedo, então temos que nos adaptar as mudanças e andar sempre preparados e com mascaras e voltara trabalhar.