Início » Especialista diz para as pessoas não procurarem profissional, “Se puder, não vá ao médico”
Notícias

Especialista diz para as pessoas não procurarem profissional, “Se puder, não vá ao médico”

Foto: Br Notícias

Segundo o autor de um polêmico livro que tem dado o que falar, Antonio Sitges-Serra deixa a entender que o melhor a se fazer no caso de estar com algum problema de saúde é justamente não procurar ajuda profissional. Ele que escreveu um livro com um nome um tanto quanto peculiar, o nome do seu livro é Se puder não vá ao médico.

Com um nome desses pode-se confundir qual é a verdadeira intenção do autor com essa frase de título de seu livro, ele que já publicou cerca de 400 artigos para mais até hoje. Além de ser professor cirúrgico em uma Universidade em Barcelona.

O autor do livro sugere algo muito polêmico em seu livro, ele denuncia de maneira ímpar a medicina acusando de ter se tornado em um grande negócio mediante a sociedade de hoje em dia. Ele chama a ideia de ter um médico vigiando nossa saúde como algo arcaico, julgando desnecessário essa prática nos dias atuais.

Ele explica em uma entrevista à BBC que a idéia do livro é passar um conceito de que as pessoas são capazes de desenvolver a autocura sendo assim elas não necessitam procurar um profissional na área por qualquer problema que esteja passando. Ele tem como conceito tratado no livro a tentativa de libertar as pessoas do uso excessivo de medicamentos, e alerta sobre o risco desse uso abusivo.

Na entrevista é citado que 15% à 20% das pessoas que procuram um profissional de medicina na verdade não tem necessidade nenhuma disso, e acabam acostumando com a ideia que precisam ir ao médico sempre que sente uma coisinha ou outra. Ele denuncia uma certa manobra da medicina em fazer que as pessoas consumam tratamentos, seja ele realizado por consultas semanais, ou medicamentos que talvez não teriam tanta necessidade no momento dentre outras maneiras que o mercado da medicina consegue lucrar com os pacientes.

Fonte: Br Notícias