Início » Empresas divulgam que vacina é efetiva contra a Covid-19 e pode ser disponibilizada em breve
Notícias

Empresas divulgam que vacina é efetiva contra a Covid-19 e pode ser disponibilizada em breve

foto: UOL

A Pfizer e a BioNTech (BioNTech), que estão trabalhando em uma vacina contra a covid-19, anunciaram os resultados positivos de um estudo preventivo alemão nesta segunda-feira (20). Segundo a companhia farmacêutica, a resposta imune “Forte” foi verificada e sua velocidade é anterior ao período estimado das chamadas células T, consideradas essenciais para proteger os organismos do novo coronavírus.

A pesquisa descobriu que as pessoas que receberam a vacina não tiveram efeitos colaterais graves. Segundo a declaração divulgada, a resposta foi dependente da dose, transitória de leve a moderada. Os eventos adversos mais agudos foram sintomas e reações da gripe no local da injeção.
A nota dizia: “Situações que podem ser resolvidas espontaneamente ou que podem ser resolvidas por medidas simples”.

Um fator de risco que chamou atenção é a hipertensão, que é de longe uma das comorbidades mais associadas às complicações fatais do Covid-19. Em uma pesquisa publicada no British Medical Journal, 48% dos mortos tinham pressão alta, ante 24% dos que se recuperaram — o dobro, portanto.

Devido a alterações no sistema imunológico natural da idade, os idosos podem ser mais propensos a complicações de Sars-Cov-2. No caso dos males cardíacos, má circulação sanguínea e fraqueza pulmonar parecem contribuir para a agressividade da infecção.

Se uma pessoa tem sintomas leves, como tosse leve ou febre leve, geralmente não há necessidade de atenção médica. A situação ideal é ficar em casa, se auto-isolar (de acordo com a orientação da autoridade nacional) e monitorar os sintomas. Se a respiração estiver difícil ou houver dor / pressão no peito, procure atendimento médico imediatamente.

Medidas de proteção: lavar as mãos frequentemente com água e sabão ou álcool em gel e cobrir a boca com o antebraço quando tossir ou espirrar.

Muitas das informações divulgadas são de conhecimento da maioria das pessoas, mas é sempre bom voltar a alertar o risco dessa terrível doença e sempre indicar a forma correta de se proteger, até que a tão esperada vacina venha a ser disponibilizada.