Início » Crueldade: Mulher realiza aborto caseiro e enterra bebê de 6 meses em sua própria casa
Notícias

Crueldade: Mulher realiza aborto caseiro e enterra bebê de 6 meses em sua própria casa

Aborto caseiro
Aborto caseiro

O caso que tem revoltado a todos aconteceu em Santa Catarina, no último domingo dia 30 de Agosto. As informações até agora segundo as fontes é que uma mulher de 21 anos de idade teria chegado no hospital da cidade com sangramentos.

Os diagnósticos médicos é que os sintomas apresentados pela mulher apresentavam uma situação pós parto. A unidade hospitalar acionou a Polícia Militar junto ao Conselho Tutelar, conforme foi investigado a polícia encontrou o feto enterrado no quintal da mulher.

Tudo aponta que ela teria enterrado o bebê ainda com vida já que os vizinhos relataram à polícia que haviam escutado barulho de choro de bebê, porém pensaram ser algum vídeo no celular pois a mulher não aparentava estar grávida. Eles relataram também que ela teria pego uma enxada emprestada porém não revelou para que usaria o objeto.

Com certeza esse triste fato ainda será investigado a fundo e toda verdade irá ser revelada, vamos aguardar as próximas informações para saber mais detalhes desse cruel ato de uma mulher que teve coragem de enterrar seu próprio filho vivo no quintal de sua própria casa, segundo relata os vizinhos. Mais um relato que comprova o quanto a humanidade está totalmente perdida e sem um pingo de amor e respeito à vida.

Nos últimos dias infelizmente temos noticiado uma onda de crueldade sem tamanho, pessoas tem cometido inúmeros atos que não se via antigamente como tem acontecido nos dias de hoje. É muito preocupante ver a direção que o mundo tem tomado nesses últimos anos e desesperador só de pensar que ainda pode piorar ainda mais se algo não for feito em prol de tentar de alguma forma reverter essa situação.

Nos dias de hoje as pessoas estão cada vez mais egoístas e cruéis, elas não medem os esforços para conquistarem o que querem e são capazes de passar por cima de tudo e todos para ser felizes ou saírem de uma situação de desconforto.