Início » Crianças saltam de uma altura de mais de 10 metros em prédio para escapar de incêndio, veja vídeo:
Notícias

Crianças saltam de uma altura de mais de 10 metros em prédio para escapar de incêndio, veja vídeo:

crianças pulando de predio
foto: Reprodução/Twitter

O caso ocorreu em Grenoble, no sudeste da França, na última terça-feira (21), crianças conseguiram escapar de um incêndio de forma impressionante. Na hora do fato  em questão, as crianças precisaram saltar de uma das janela do prédio, de uma altura de cerca de 12 metros.
Foi feito um resgate de emergência pelas pessoas que estavam presentes em frente o local para salva as crianças de 3 e 10 anos de idade.

O Jornal Le Dauphiné Libéré publicou através da redes sociais o vídeo, que é possível ver o momento em que as crianças precisaram saltar do prédio e foram amparadas.
No vídeo, é possível ver uma fumaça preta saindo das janelas, com alguns residentes desesperados gritando com medo do acontecido.

Diante de toda situação de desespero, o irmão mais velho decidiu segurar o outro pela suas roupas antes de pular do prédio. Depois das pessoas no local ampararem o menino de apenas 3 anos de idade, o menino mais velho tomou coragem de saltar, tendo sua queda amortecida pelos rapazes que estavam abaixo da janela do prédio.

De acordo com as informações dadas pelos bombeiros, ambos estão bem e felizmente não vieram a sofreram nenhuma escoriação em seus corpos.
Devido a inalação de fumaça que sofreram os meninos foram hospitalizados, com outros 17 moradores que se encontravam no prédio no momento em que o incêndio veio á ocorrer.

Dois homens que ajudaram as crianças a se salvarem ficaram feridos, eles foram rapidamente levados para o hospital mais próximo do local, no momento do impacto suspeita-se de que eles sofreram fratura no antebraço.
Em quedas como a do tipo, o peso costuma ser dobrado antes de chegar ao solo.

Até o momento desta publicação, as informações da causa do incêndio e a localização dos pais das crianças ainda são desconhecidos. Já estão sendo realizadas investigações pelas autoridades da região.

Assista ao vídeo: