Início » Caso inusitado: Vídeo mostra momento exato em que caixão com corpo dentro cai de carro de funerária
Notícias

Caso inusitado: Vídeo mostra momento exato em que caixão com corpo dentro cai de carro de funerária

Foto: Portal Cabloco

O caso inusitado que tem divertido muito as redes sociais aconteceu na cidade de Manaus, nesta segunda-feira foi flagrado o exato momento em que um caixão caiu de um carro funerário e acabou trazendo muito desconforto a todos. Apesar da cena chamar a atenção e seu muito inusitada também tem deixado as pessoas com receio de brincar ou compartilhar algo assim pela seriedade do momento e o respeito à família da pessoa em questão.

Porém em meio a tanta polêmica o caso está viralizando nas redes sociais e deixando muitas pessoas muito confusas com o ocorrido sem saber se ficam estasiadas ou se lamentam o fato muito inusitado que acabou acontecendo. Uma imagem mostra três pessoas que supostamente seriam funcionários da própria funerária correndo atrás do caixão, na desesperada corrida para alcançar e pegar novamente o caixão que estava com o morto dentro.

Eles conseguem pegar e recuperar o caixão porém a imagem mostra muita dificuldade para que os três consigam carregar o caixão pesado sozinhos. Com muita dificuldade eles recuperam o morto que esta dentro do caixão e evitam uma grande tragédia e um trauma a família que havia perdido um ente querido.

Com certeza esse caso já ficará marcado para essa família, pois perder um ente querido já é uma experiência muito dolorosa e ainda mais nesse caso acaba se tornando algo ainda mais difícil de superar. Graças a Deus nada de mais grave e traumatizante aconteceu, em meio a tanta dor e sofrimento o velório e enterro terminou com um final feliz.

Deixe nos comentários abaixo sua opinião sobre esse engraçado fato, se realmente acha que foi algo comum que aconteceu e que não tem problema em brincar ou se de fato é algo lamentável que deve ser esquecido e respeitado por todos. Compartilhe com todos seus amigos nas redes sociais para que eles também possam opinar.

Fonte: Portal Caboco