Início » Caso de maus tratos é denunciado nas redes sociais e revolta os internautas
Notícias

Caso de maus tratos é denunciado nas redes sociais e revolta os internautas

Foto: Montagem/Reprodução

Hoje em dia temos visto muitos casos de crianças que infelizmente vivem sob terríveis monstros, que ao invés de cuidar, amar e proteger suas crianças acabam fazendo coisas horríveis. Em meio a tanto caos estabelecido em nossa sociedade as redes sociais tem sido um local onde as pessoas tem denunciado esse tipo de atitude.

Hoje vamos relatar sobre um caso que tem sido denunciado através do Facebook, porém por questões de políticas e leis não sitaremos nomes dos envolvidos e nem divulgaremos qualquer imagem que possa comprometer a identidade da criança. Mas infelizmente precisamos informar que coisas terríveis como esta tem acontecido para que os envolvidos possam ser encontrados e pagarem por esses crimes e as crianças salvas destes monstros.

Por mais que sejam da família é melhor em casos assim encontrarem alguém que irá amar e cuidar do que ficar na mão de pessoas cruéis do mesmo sangue. A publicação foi feita por uma mulher que clama a ajuda na cidade de Apicuaçu, ela relata que já fez a denúncia por várias vezes porém sem nenhum resultado então resolveu postar nas redes sociais.

Ela cita o nome das duas mulheres mas não podemos divulgar aqui, ela chama as mulheres que cuidam das crianças de irresponsáveis. As três crianças são pequenas e a maior delas possui apenas 6 anos de idade, porém elas vivem cheio de piolhos e feridas e ainda as responsáveis dão bebidas alcoólicas para a criança.

As crianças de 4 anos e de q aninho ficam pelas ruas peladinhas até altas horas da noite, e quando se cansam vão sozinhas para a casa. Segundo a postagem da mulher elas já se livraram de vários acidentes por pouco, e relata também que precisam tomar banho sozinhas com essa pouca idade.

Elas ficam sem comer e a mais nova já teve problemas sérios com desnutrição. Infelizmente é um relato muito triste da forma que três crianças são tratadas e cuidadas.

Fonte: Facebook