Início » Cadelinha acompanha motoboy nas entregas e viraliza nas redes sociais
Curiosidades

Cadelinha acompanha motoboy nas entregas e viraliza nas redes sociais

Foto: https://www.tnh1.com.br/

Há oito anos, a cachorrinha Ruby entrou na vida do desportista Miguel Pereira. Ela foi encontrada perdida e estacionada embaixo do carro de Miguel, que mora em São Paulo com a família. É o destino?

No dia seguinte, Miguel e sua namorada Aline Pereira levaram o filhote ao veterinário para verificar a saúde de Ruby. Lá, eles descobriram que o útero de Ruby tinha um tumor. O tumor foi removido, Ruby recebeu quimioterapia e curou com sucesso o câncer.

Miguel sempre foi apaixonado por motocicletas. Antes de se tornar motoboy, ele trabalhou em uma fábrica de máquinas. Ruby tem uma queda por isso.

Ele pediu a Miguel que andasse de bicicleta quando voltasse do trabalho.

Foto: tnh1

Miguel saiu do seminário e trabalhou sozinho. Entregue como um aplicativo, Ruby pode andar de bicicleta quando quiser.

Foi assim que o Ruby começou imediatamente a acompanhar o Miguel na competição, e agora estão devidamente equipados com capacetes e óculos modificados e uma mala personalizada! Ruby se orgulha de 4.000 corridas há três anos!

 

Ver essa foto no Instagram

 

E assim foi mais um dia de glórias 😁👍

Uma publicação compartilhada por RUBY FOFA DOG DELIVERY (@rubyfofa) em 21 de Mai, 2020 às 5:02 PDT

“Então, eu não tinha essa ideia. Ela subia e descia da bicicleta sozinha. As pessoas diziam: ‘Ah, Miguel, quero ensinar meu cachorro a andar de moto’. Eu disse:” Desculpe, mas não sei o que fazer Faça “. Ruby fez todo o trabalho sozinha”, disse ela.

Ruby acompanhará Miguel apenas quando o tempo estiver bom e o dia claro, nunca à noite. Quando chove ou faz frio, ela fica quieta em casa

Foto: https://www.tnh1.com.br/

Saquinho Mata Fome

Por causa da pandemia, as pessoas passam mais tempo em casa, então menos pessoas alimentam animais de rua, certo?

Por causa da pandemia, as pessoas passam mais tempo em casa, então menos pessoas alimentam animais de rua, certo? Miguel lembra que até hoje viu doguinho revirar-se em sacos de lixo à procura de comida, mas não encontrou nada para matar a fome. Ele teve a ideia de criar naquele dia o “ Saquinho Mata Fome ”. Ruby comprou a ideia imediatamente! Ela mesma morreu de fome, suja e abandonada ao seu próprio equipamento. Quando a dupla começou com sete sacolas, o feed doado chegou e os negócios estão crescendo! São mais de 700 sacolas em sua casa.

Fonte: https://www.tnh1.com.br/