Início » Cachorra é adotada apos 15 dias em frente a UPA esperando o dono que morreu
Notícias

Cachorra é adotada apos 15 dias em frente a UPA esperando o dono que morreu

Cachorrinha adotada
Foto: Jornal de Todos

Uma cachorra foi adotada após passar 15 dias sozinha, em frente à Unidade de Pronto Atendimento Doutor Matheus Santamaria, a espera do dono que morreu de coronavírus.

Ao ver a historia da cachorra e que ela estava sozinha, a professora decidiu adota-la, segundo ela a mãe teria morrido dias antes e ela estava se sentindo só, e então se sentiu motivada a adotar a cachorra.

A cadela teve a foto publicada nas redes sociais e foi levada para o canil de Guarujá (SP), e foi nesse momento que a professora ficou sabendo da historia da cachorrinha e resolveu adotar  o animal que ela agora chama de Latifah.

A professora Elizabeth concedeu uma entrevista ao G1 e disse “Eu e minha filha vimos a postagem na mesma semana e nós duas decidimos dar continuidade a adoção, feita nesta ultima semana. Nos trouxe muita alegria para casa, uma coisa positiva”.

Uma verdadeira e emocionante historia da cachorrinha Latifah que mesmo sem saber se o dono estava vivo ou morto, decidiu ficar em frente da UPA até reencontra-lo novamente, mas infelizmente o ex-dono da Latifah foi mais uma vitima da Covid-19 e não puderam retornar para casa juntos.

Historias como essa, onde cães esperam a volta do dono mesmo depois da morte acontecem no mundo inteiro, os Pets demonstram a todo o momento, seja na vida ou morte dos seus donos o quanto eles são fieis companheiros, e mostram que eles são verdadeiramente os melhores amigos do homem.

A historia mais famosa de cães que esperam o dono mesmo depois da morte é a do cachorro Hachiko. Ele esperou o dono que tinha morrido por 10 anos na estação de trem no Japão. A historia desse cachorro emocionou tanto as pessoas, que no dia da morte de Hachiko as pessoas ficaram inconsoláveis e foi declarado até mesmo um dia de luto.

Fonte: G1