Início » Bomba caseira é jogada na casa de testemunha da morte do marido da Deputada Flordelis “Querem me calar”
Notícias

Bomba caseira é jogada na casa de testemunha da morte do marido da Deputada Flordelis “Querem me calar”

Foto: Extra

O caso do assassinato do pastor Anderson do Carmo teve mais um episodio nessa sexta-feira (05/09), quando uma bomba caseira foi jogada dentro da casa de uma das testemunhas da morte do marido da pastora Flordelis.

Segundo informações da policia civil, a bomba caseira foi jogada nas casa de uma das testemunhas da morte do marido da parlamentar, nessa madrugada de sexta-feira (05/09). A bomba foi lançada na casa da testemunha Regiane Rabelo, que esta prestando depoimento durante as investigações sobre o assassinato do pastor Anderson do Carmo.

A empresaria disse que, essa tentativa de intimidação foi registrada na Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG). A delegacia onde foi registrada a denuncia da testemunha sobre a tentativa de intimidação, e a mesma que esta responsável sobre as investigações do assassinato do pastor Anderson do Carmo.

A residencia da testemunha fica localizada em Itaipuaçu, na região Metropolitana do Rio de Janeiro. Os agentes da Dh estiveram na casa da testemunha e uma pericia foi feita no local.

Segundo as palavras da empresaria, a bomba foi jogada por volta da meia noite em um corredor da casa. No momento que a bomba foi jogada na casa, a testemunha e o marido se encontravam no imóvel, e segundo eles, isso tudo é uma clara tentativa de intimidação para que ela não faça mais nenhum depoimento sobre a morte do pastor Anderson.

A testemunha contou como foi sua reação ao ouvir o barulho da bomba: “Na hora eu tomei um susto. Minha mãe chegou a se jogar no chão assutada com o barulho. A intenção era me dar um susto mesmo, para eu calar a minha boca. Mas isso não vai acontecer. Fiquei assutada, mas já passou. Agora que não vão me calar”.

A policia coletou imagens de segurança na região par tentar encontrar os responsáveis pela bomba caseira.

Fonte: Extra