Início » Bolsonaro gera mais uma polêmica, “Auxílio Emergencial não é aposentadoria”
Notícias

Bolsonaro gera mais uma polêmica, “Auxílio Emergencial não é aposentadoria”

Bolsonaro sobre auxilio
Foto: Terra

Em mais uma polêmica declaração Jair Bolsonaro declarou a seguinte frase após ser questionado sobre a manutenção do auxílio, ele completa dizendo que esse programa foi elaborado para auxiliar as famílias na pandemia. E que ele não é uma aposentadoria, se referindo a tantos pedidos para que seja prorrogado o auxílio.

Em uma afirmação o presidente declarou que o Auxílio já custou aos cofres públicos nacionais mais de 250 bilhões de reais, e que mesmo assim o governo fará mais uma prorrogação até o fim deste ano. Porém infelizmente é impossível manter esse valor de 600 reais e com isso muitas pessoas estariam reclamando da medida do governo.

Ainda na declaração ele diz que tem cara que reclama o tempo todo, aí ele soltou a frase de que o auxílio não é uma aposentadoria e diz também sobre o valor, ele comenta que é pouco mais termina dizendo que já ajuda. Muito  polêmico sempre em suas declaração com certeza essa será mais uma declaração do presidente que irá repercutir e muito em todas as redes sociais.

O valor ainda está sendo discutido e provavelmente será divulgado ainda hoje alguma coisa a respeito, por questão de desacordo entre a pasta que queria pagar 200 reais e o presidente que gostaria de pagar um valor de 300 reais o programa ainda não foi totalmente definido. Por questão desse acordo entre o Ministro da Economia e o Presidente da República.

A expectativa é que esse valor possa ser definido o mais rápido possível para que seja divulgado oficialmente e prorrogação do Auxílio Emergencial, muitas pessoas estão dependendo dessa ajuda do governo para conseguir se sustentar. Por conta da pandemia muitas pessoas perderam os empregos e não possuem mais meios de conquistarem seus sustentos, por conta disso estão necessitando e muito que o auxílio de 600 reais possa ser estendido e assim possam manter pelo menos o básico para viverem.

Fonte: Terra