Início » Ator Gésio Amadeu morre vitima da Covid-19
TV e Famosos

Ator Gésio Amadeu morre vitima da Covid-19

Foto: Diário de Pernambuco

Gésio estava internado desde o dia 23 de julho na cidade de São Paulo e infelizmente veio a óbito hoje (05/08).

O ator Gésio Amadeu já fez parte de grandes sucessos da televisão brasileira, as mais conhecidas participações do ator foram em: Sinhá Moça, Renascer, Chiquititas e A Viagem.

O ator morreu nesta quarta-feira (05/08), aos 73 anos, na cidade de São Paulo. Gésio foi mais uma vitima da Covid-19 que já fez inúmeras vitimas pelo Brasil e no mundo.

Mario Amadeu, filho do ator, divulgou pelas redes sociais a morte do pai. O ator estava internado em estado grave no hospital Sancta Maggiore, na Mocca, que fica na zona sul de São Paulo.

O hospital em que o ator estava internado divulgou uma nota informando que Gésio Amadeu morreu nesta tarde devido à falência múltiplas dos órgãos.

O ator já atuou em diversas novelas da rede Globo. As participações mais lembradas e admiradas pelo publico brasileiro foram as das novelas: Sinhá Moça, Renascer e a Viagem, onde o ator encantou a todos, com o profissionalismo e a paixão que ele tinha ao representar os personagens.

Gésio Amadeu também ficou muito conhecido pela criançada, que assistia o “Sitio do pica pau Amarelo”. A criançada ficou encantada com o personagem que Gésio interpretava no programa infantil.

Gésio Amadeu também participou de novelas no SBT, e a mais conhecida delas foi “Chiquititas”, onde o ator interpretou o cozinheiro chefe Chico. Essa foi mais uma interpretação que fez com que o ator fosse amado e admirado pelas crianças que não perdiam um capitulo da novela.

Em julho o filho do ator, publicou no Facebook que o pai tinha contraído a Covid-19 após ser internado no hospital por causa da pressão alta.

Veja o relato do filho do ator:

“Meu pai, o ator Gésio Amadeu foi ao hospital no dia 24 de maio para realizar exames, pois ele estava com a pressão muito alta. Por determinação medica ele foi internado, pois a pressão não abaixava. Nesses 8 dias que ele ficou na UTI acabou contraindo a Covid-19, e no dia 8 de julho ele saiu do hospital e foi transferido para o Sancta Maggiore. A essa altura o pulmão dele já estava bem comprometido”.