Início » Após o caso do tio, relembre o caso da menina de 13 anos que morreu ao dar à luz a bebê do próprio pai
Notícias

Após o caso do tio, relembre o caso da menina de 13 anos que morreu ao dar à luz a bebê do próprio pai

Foto: Diário online

O terrível caso aconteceu na cidade de Coari no Amazonas, a menina de apenas 13 anos de idade acabou perdendo a vida ao dar à luz a um bebê. A criança foi fruto de violações de seu próprio pai, o homem de 36 anos de idade.

A menina relatou que tinha medo de seu pai que ameaçava caso ela contasse para alguém o que ele fazia com ela, mas depois que tudo foi revelado pela gravidez ela conta que os assédios aconteciam desde os nove anos de idade da vítima. Com a gravidez a menina acabou desenvolvendo uma grave anemia e sentia muitas dores.

Após os médicos realizarem um procedimento de indução ao parto na tentativa de salvar a criança e o bebê, infelizmente a mãe do bebê não aguentou e acabou falecendo. O bebê conseguiu sobreviver, e sua mãe de apenas 13 anos de idade acabou sendo mais uma vítima fatal desse terrível crime doméstico que tem crescido cada vez mais em nosso país.

Esses casos de abusos entre pessoas da mesma casa tem se revelado com muita frequência em nosso país e é algo que preocupa a população como um todo. Sempre que algo assim é postado nas redes sociais há uma grande repercussão sobre o ocorrido trazendo muita revolta as pessoas.

Porém é importante que algo seja feito com urgência para acabar de vez com esse ato tão terrível cometido por monstros que mutias vezes estão na própria casa da vítima. Talvez uma conscientização maior entre os pais e as crianças para que esse assunto possa quebrar os tabus e as barreiras e a vítima se sentir segura para contar o mais rápido possível para algum familiar.

Uma reformulação na lei para que o agressor seja punido de uma forma totalmente severa se sentindo coagido a não cometer esse tipo de atrocidade. Deixe nos comentários abaixo sua opinião e qual seria o meio que talvez pudesse ajudar na diminuição desses terríveis e cruéis casos que infelizmente tem feito parte da rotina do nosso país.

Fonte: Dário online